Agenda de Eventos Feministas em Portugal

ondas

Ciclo de Cinema "Resistência no Brasil" em três filmes

Exibição de duas curtas e uma longa metragem, “Na Maré da Copa” de Miriane Peregrino, “Vou Te Contar” de Bruna Oliveira e “Bixa Travesty” de Claudia Pricilla e Kiko Goifman

-------------------------------------

DOCUMENTÁRIO - Na Maré da Copa de Miriane Pelegrino

Duração: 1hora (28 minutos de exibição do documentário, meia hora de conversa com a diretora)
Exibição: 10 de maio às 18horas na Casa da Achada

SINOPSE
O documentário “Na Maré da Copa” de Miriane Peregrino (direção, imagens e roteiro) regista o quotidiano dos moradores da Maré entre a paixão pelo futebol e as consequências das políticas públicas para realização da Copa do Mundo da Fifa no Brasil, em particular, na Maré, Zona Norte do Rio de Janeiro, ocupada pelas Forças Armadas entre abril de 2014 a junho de 2015. As imagens cobrem a decoração anti-copa realizada por moradores na Nova Holanda, os dias de jogos no Parque União, Nova Holanda, Baixa do Sapateiro, Pinheiro, Vila do João, Maclaren e Morro do Timbau e o ato contra a final da Copa da Fifa, na Praça Sans Peña, a 13 de julho de 2014, com participação de moradores da Maré. Um ano depois é importante lembrar que o maior legado da Copa da Fifa no Brasil não foi o 7 x 1 da Alemanha. Foi o gol contra do Brasil.

https://www.facebook.com/miriane.peregrino / https://www.youtube.com/watch?v=0jxVKCclYPM
Blog: https://aliteraturacomunica.wordpress.com
Artigo: http://jornalocidadao.net/a-favela-da-escritor
Reportagem: http://www.pordentrodaafrica.com/brasil-africa/luanda-recebe-exposicao-da-mare-ao-caninde-inspiracao-para-as-periferias 

BIOGRAFIA

O documentário foi produzido de forma independente pela realizadora Miriane Peregrino e editado de forma colaborativa por militantes de audiovisual no Rio de Janeiro.

-------------------------------------

CURTA-METRAGEM - “Vou te contar” de Bruna Gala de Oliveira

Duração: 30 minutos
Exibição: 10 de maio às 18:30 na Casa da Achada

SINOPSE
“Vou Te Contar” é uma curta-metragem feita inteiramente com vídeos disponíveis no YouTube pela Bruna Oliveira. A curta dá voz a mulheres brasileiras com diferentes percursos que partilham suas próprias histórias na Internet, criando uma colcha de retalhos de histórias que abordam questões como machismo, racismo e identidade de género.

BIOGRAFIA

Bruna Gala é uma jornalista brasileira que trabalha como tradutora na área de publicidade. Apaixonada por histórias e curadoria de conteúdo, ela acredita que a melhor forma de estabelecer um diálogo com alguém é através da partilha. A Internet sempre funcionou como um canal de conexão com o Brasil. Acredita que a melhor forma de fazer com que as pessoas entendam a importância do feminismo é através de histórias pessoais, pois só com a identificação é possível promover a sabedoria e o entendimento.

-------------------------------------

DOCUMENTÁRIO - “Bixa Travesty” de Claudia Priscilla e Kiko Goifman

Duração: 1h30
Exibição: 10 de maio às 19 horas na Casa da Achada

SINOPSE
Xs brasileirxs Claudia Priscilla e Kiko Goifman debruçaram-se sobre a vida da cantora Linn da Quebrada no filme “Bixa Travesty”(2018), documentário de 1h30 que debate temas como racismo, homofobia, e principalmente a construção da identidade trans. Ganhou um Teddy Award para melhor documentário no “The queer Film Award” no “Berlin International Film Festival”. Conta no elenco com Liniker, Linn da Quebrada, Raquel Virgínia, Assucena Assucena e Jup do Bairro.

Links:
ícone feminista.pt