Agenda de Eventos Feministas em Portugal

waves

Vivendo a quinta vaga de feminismo

Moderação: Adriana Bebiano (CES/FLUC)

Resumo

O surgimento de uma nova área interdisciplinar de estudo sobre envelhecimento constitui uma resposta urgente face à desigualdade como também uma reflexão cultural e política necessária sobre um vasto e ativo grupo de qualquer sociedade contemporânea. No contexto dos recentes escândalos de abusos e violência contra as mulheres e também do renascimento de um machismo pujante, são as mulheres de qualquer idade que chamam a nossa especial atenção.

Já no artigo “The Double Standard of Living” de Susan Sontag, publicado no Saturday Review em 1972, Sontag denunciava a dupla e hipócrita divisão entre homens e mulheres na suposta fase de envelhecimento. Duplamente invisíveis, de corpos que não podiam ser representados em artes visuais, as mulheres eram apagadas do discurso público, mais frequentemente no momento que coincidia com a sua menopausa. Sontag escreveu que “A sociedade foi sempre mais permissiva para com os homens e o seu envelhecimento que as mulheres” que se tornavam obrigatoriamente invisíveis, cinzentas e inúteis, curiosamente sendo um grupo social cuja longevidade é muito maior do que a dos homens. Julia Twigg defende que tanto o género como a idade são estruturas sociais controladas pela sociedade. Além disso o envelhecimento não é apenas uma fase coletiva mas sim, uma experiência individual de cada um/a em relação ao seu corpo e ao mundo que o/a rodeia que as instâncias de poder tentam controlar e definir.

Este seminário abordará questões relativas às mulheres e envelhecimento, falará sobre a invisibilidade e representação de mulheres na literatura e cultura, mas também sobre a sua libertação para a “avenida de liberdade” (Germaine Greer) em que finalmente as mulheres se podem tornar as donas dos seus corpos e dos seus caminhos. Dando voz às mulheres, trabalharemos com os textos de Germaine Greer, Susan Sontag e Julia Twigg, como também um ensaio da escritora americana Helen Garner:

The Insults of Age: A One Woman’s assault on Condescension”. O seminário será orientado para questões literárias irlandesas e incluirá a leitura de dois contos de Mary Morrissy, “Drag” e “Miss Ireland”. 

Nota biográfica

Zuzanna Zarebska Sanches (PhD) é investigadora em ULICES/CEAUL, onde desenvolve um projeto sobre mulheres e envelhecimento intitulado: “Women and Ageing: Towards equality, dignity and improvement of life and well-being”. Foi investigadora visitante em NUI Maynooth e University College Dublin, Irlanda, sob a supervisão de Margaret Kelleher, tendo trabalhado sobre escrita contemporânea de escritoras irlandesas. Os seus interesses de investigação incluem literaturas e culturas Irlandesa e Britânica, estudos de diáspora, feminismos, estudos de género e identidade, e de envelhecimento. É membro dos projetos RHOME e Humanidades Médicas e atualmente leciona no Departamento de Estudos Ingleses da Universidade de Lisboa.

Atividade no âmbito do Programa de Doutoramento em Estudos Feministas (FLUC/CES)

Links:
Sabes de algum evento feminista e gostavas de que aparecesse em feminista.pt?
Envia-nos um email com toda a informação para:
eventos@feminista.pt
ícone feminista.pt