Agenda de Eventos Feministas em Portugal

ondas

Ouço sua história de mulher

Já há algum tempo realizo ações performáticas e me interesso por trabalhos na rua, que interagem com a vida cotidiana fora dos espaços institucionais da arte. Neste momento, gostaria de me conectar a pessoas que estejam numa condição semelhante à minha, a do imigrante. Para isso, me propus a ouvir suas histórias, em momentos de escuta. Afim de estudar o assunto tive a oportunidade de falar com duas outras artistas brasileiras que realizam trabalhos de escuta no Brasil, Ana Flávia Baldiserotto e Luciana Paz. Segundo elas, o espaço de escuta é algo muito precioso e pouco valorizado no mundo da arte cujo vetor é sempre do artista como emissor e do espectador como receptor. O que elas vêem como uma posição por vezes audaciosa. Para o festival feminista, gostaria de adaptar minha ação para ouvir histórias de mulheres. 

Acredito que a escuta é uma forma de cura e conexão, o que penso ser fundamental no movimento feminista. Fala-se muito da reivindicação pelo lugar de fala, mas a possibilidade de um discurso gerar alguma mudança também passa pelo exercício empático da escuta. 

Links:
ícone feminista.pt