Agenda de Eventos Feministas em Portugal

waves

🎛 Festival Todos: Oblivia, Juana na Rap, Rita Só

Sexta 20 de Setembro || 23h às 4h || Entrada livre

A segunda noite que acolhemos o Festival Todos é feita em colaboração com a Nariz Entupido e conta com os concertos de Oblivia e Juana na rap. O dj set está entregue a Rita Só

Oblivia
Diva mística noise de Nova Orleães - cidade com presença forte de misticismos por si só - Lucia Honey assume enquanto Oblivia enquanto identidade projeccionista dos anseios, revoltas e vivências de uma existência queer nos subúrbios de Filadélfia. Assumindo uma ideia mitológica como reflexo da realidade, encara o EU como uma criação pessoal e do outro a esconder verdade nesse conluio. 'Suburban Legend', lançado já este ano carrega consigo as histórias muito pessoais de Oblivia num acesso catártico que procura os confins da memória por marcas de um passado de trauma e libertação. A banda sonora de uma vida em curso através de vozes pitchadas, descargas de ruído, batidas quebradas e teclas ameaçadoras como quem busca incessantemente um espaço seguro - físico e mental. Na sua lista de influências encontramos nomes como Hole e Lucinda Williams ao lado de Carly Rae Jepsen e Britney o que é muito bonito de se ver.

Juana na rap
Regresso sempre valioso, e num contexto mais do que certeiro, de uma das damas do rap em crioulo - em coro de vozes urgente com nomes como G Fema ou Mynda Guevara - a este palco, após passagens a deixarem memória e a vincarem um lugar de respeito num género ainda muito contaminado pela masculinidade tóxica e que Juana tem ajudado a mudar. Rap firmemente vincado na realidade da Margem Sul, onde a dureza das palavras se deixa iluminar pela esperança, a escancarar realidades como quem faz pela mudança sobre as batidas de inspiração boom bap de Primeiro G. Lírica tão afiada quanto necessária, a agitar consciências e paradigmas. Brava.

Rita Só
Faz todo o sentido termos nesta noite Rita Só e sua colecção imaculada e sempre empolgante de descobertas musicais das mais diversas latitudes. Com particular paixão pelos ritmos de Angola e Cabo Verde, cruza legados e riquezas da música mais real com o entusiasmo e o saber certos a espalhar dança, sorrisos e fraternidade na pista.

Links:

Organização:

Festival Todos

Logo Festival Todos
Sabes de algum evento feminista e gostavas de que aparecesse em feminista.pt?
Envia-nos um email com toda a informação para:
eventos@feminista.pt
ícone feminista.pt