Agenda de Eventos Feministas em Portugal

waves

‘Escultoras - Nem Musas Nem Modelos’ de Emilie Valentin

A ascensão e o destino por vezes trágico de grandes escultoras esquecidas da história

O mito de Pigmalião determinou há muito o papel da musa e do escultor: o homem era o criador e a mulher a sua obra. Desde então não tem havido muito espaço para as escultoras mas as mulheres nunca desistiram de lutar pelo reconhecimento da sua arte. 
O documentário de Emilie Valentin revela o destino das primeiras escultoras e das suas obras, tardiamente reconhecidas aos olhos do mundo e que constitui uma reflexão sobre a discriminação e o papel das mulheres em ofícios que eram exclusivamente destinados aos homens, como se as mulheres não tivessem talento.

Foi na Itália no século XVI que o talento de uma mulher foi referido pela primeira vez. Properzia de Rossi (ca.1490-1530), nascida em Bolonha, estudou escultura e anatomia na Universidade daquela cidade, a única na Europa a aceitar mulheres. Uma artista tardiamente reconhecida pela sua capacidade de esculpir o infinitamente pequeno. 
Um século mais tarde, Luisa Roldán (1652-1706), filha do famoso escultor Pedro Roldán, teve uma ascensão tão vertiginosa em Espanha que se tornou na primeira mulher a ser nomeada escultora da corte. Uma das suas obras, a Virgem com um rosto choroso, é aclamada todos os anos nas ruas de Sevilha durante a Semana Santa. 
Um documentário que nos leva à descoberta da ascensão e do destino por vezes trágico de grandes escultoras esquecidas da história, para refletir sobre a discriminação e o papel das mulheres em ofícios que eram exclusivamente destinados aos homens, como se as mulheres não tivessem talento.

Links:
Sabes de algum evento feminista e gostavas de que aparecesse em feminista.pt?
Envia-nos um email com toda a informação para:
eventos@feminista.pt
ícone feminista.pt